Fórum das Associações Moçambicanas dos Deficientes

Professores da Provincia de Maputo são Capacitados em Lingua de Sinais

Teve lugar de 08 a 22 de Maio de 2013, nas instalações do Instituto Industrial e Comercial da Matola, uma acção de formação de professores em língua de sinais de Moçambique (LSM). Esta formação envolveu 15 professores da Cidade da Matola, Boane e Cidade de Maputo-distrito municipal Kamubukwane, um técnico da Direcção Provincial de Educação (DPEC) e uma técnica dos Serviços Distritais de Educação Juventude e Tecnologia (SDEJT) da Cidade da Matola.

A formação foi dirigida pela Sr. Maria Luísa Manguana técnica do Departamento de Educação Especial (DEE) do Ministério da Educação (MINED) e por Inocêncio Zandamela, professor e membro da Associação dos Surdos de Moçambique (ASUMO).

O seminário de capacitação tinha como objectivos: i) Fornecer noções gerais sobre a deficiência auditiva; ii) Descriminar as configurações da mão que representa os grafemas da língua oral;ii) Aprender o vocabulário de LSM; iV) Usar o vocabulário variado e adequado;v) Redigir frases adequadas em situações de comunicação; vi) Interpretar em Português frases emitidas em LSM;vii) Recontar gestualmente histórias ou factos vividos ou contados em LSM.

A abertura do seminário foi dirigida pelo chefe do departamento Pedagógico da Direcção Provincial de Educação, o Sr. Silvestre Dava, que na ocasião expressou o sentimento de que o seminário produza efeitos esperados, e que de facto concora para a melhoria do processo de ensino e aprendizagem, especificamente no que respeita aos crianças com deficiência auditiva.

No final da formação, os participantes receberam certificados de participação e mostraram-se prontos para transmitir aos colegas, os conhecimentos adquiridos durante os 15 dias de formação.
Falando durante uma visita de monitoria, Professoras Ana Maria Vinte da “EPC Unidade 6” uma das participantes do seminário, disse “senti-me muito honrada em participar da capacitação, foi uma boa oportunidade, estivemos com bons professores, já me sinto capaz de trabalhar numa turma que possa ter crianças que se comunicam pela língua de sinais”.
Maria da Cruz outra professora da EPC Unidade 6 disse “Foram 10 dias de muito trabalho, tivemos dificuldades no inicio, não percebíamos as coisas, mais depois fomos pegando, nos familiarizamos, como disse a minha colega estamos capacitadas, pensamos em fazer uma replica da capacitação, vamos formar outros colegas”

De referir que esta formação, é resultado de uma parceria, entre o Ministério da Educação (MINED) através do Departamento de Educação Especial (DEE), a Direcção Províncial de Educação e Cultura de Maputo (DPEC) e os parceiros POWER International e Fórum das Associações Moçambicanas dos Deficientes (FAMOD), no âmbito do projecto “promoção da capacidade da sociedade civil para monitorar e melhorar o acesso a educação as crianças com deficiência (CCD)”, financiado pelo Department for International Development do Reino Unido(DFID). A parceria tem por objectivo a melhoria da qualidade de ensino para crianças com deficiência e/ou necessidades educativas especiais, ao nível das escolas primárias, através da formação dos Professores, para melhor responderem os desafios da Educação Inclusiva.

FAMOD - Fórum das Associações Moçambicanas dos Deficientes
Rua da Resistência 1141, 1º Andar
Maputo - Moçambique
Telefone/Fax: 21 419304
E-mail: famod@famod.org.mz; info@famod.org.mz

Top Desktop version